Informações
  • Publicado em: 26/02/2016

Aos apreciadores da fotografia e de belas histórias de superação, o Garten Shopping realiza a exposição “Mulher Libélula”. O projeto de Valéria Grams retrata seis mulheres de Joinville que venceram a dor de perdas e superaram obstáculos pessoais e profissionais. A mostra segue aberta ao público, das 10h às 22h, no espaço Garten Mais, até 8 de março, Dia Internacional da Mulher.

 

As fotos de Valéria têm o intuito de revelar a alma e a personalidade de batalhadoras e referências de compaixão, como Noeli Chagas, 55 anos. Ela é diretora da Casa do Adalto, entidade que presta apoio a crianças e adolescentes carentes com câncer e seus familiares durante a fase de tratamento da doença. O local leva o nome do filho de Noeli, falecido em 2002, depois de lutar contra um câncer aos cinco anos de idade. “A Casa é a minha vida, corre nas minhas veias. Se eu não ajudasse as pessoas, minha vida não teria sentido algum. Com a perda do meu filho aprendi a entender a dor dos outros”, explica.

 

A exposição também conta com imagens de mulheres consideradas exemplos de empreendedorismo e sucesso profissional. A empresária Salete Nascimento, 57, começou em casa, costurando lembrancinhas e cortinas. Parceiros inseparáveis, ela de o marido José Carlos do Nascimento, atualmente têm uma loja de decoração na cidade. “Jamais desistir, este é o meu lema. Não podemos parar de lutar e persistir”, garante.


O porquê do nome da exposição

 

A libélula, na maior parte do mundo, simboliza a mudança. As libélulas adultas caçam à base do seu sentido de visão extremamente apurado. Os seus olhos são compostos por até 30 mil facetas, permitindo um campo visual de 360 graus. Assim como as libélulas, as mulheres observam os detalhes, mas enxergam longe.

Compartilhar
Indicar para amigo